Roteiro: Como ele te ajuda na hora de fazer compras no Paraguai?

Ciudad del Este

Sempre que se fala em fazer compras em outro país, é impossível não pensar no Paraguai. Esse nosso vizinho é sem sombra de qualquer dúvida um dos destinos mais procurados dos brasileiros que querem adquirir bens materiais sem precisar gastar muito dinheiro. Entretanto, como tudo na vida, temos que estar atentos a algumas dicas para que não sejamos passados para trás.

Planejamento

Primeiro de tudo é estar atento aos documentos necessários para entrar no Paraguai. Muitas pessoas entram pela Ponte da Amizade, que fica em Foz do Iguaçu, e esquecem de levar os documentos. É necessário para entrada o RG ou passaporte atualizados. Outra questão que muitos deixam passar é saber o horário de funcionamento do comércio no país. Vale lembrar que isso varia de região para região, então uma pesquisa é muito válida.

Algo muito importante é que a pessoa tenha em mente e planeje os itens que ela queira muito comprar. Isso porque existem lojas específicas que vendem de uma maneira especializada determinados produtos e isso facilita muito na hora da compra.

Compras

Assim como em outros países a moeda deles é diferente da nossa. Portanto, é necessário fazer o câmbio. Para isso, é recomendado também fazer uma pesquisa prévia para que se economize o máximo possível com isso. É claro que também existe a possibilidade de comprar com o cartão de crédito internacional, fica a seu critério.

Uma dica é sempre buscar grandes lojas e shoppings. Isso porque são estabelecimentos mais confiáveis e a possibilidade de acontecer algum tipo de problema é menor. Outro ponto importante é sempre pedir a nota fiscal e estar bem atento as garantias dos produtos. Evite comprar produtos falsificados, pois isso pode acabar gerando para você problemas de várias espécies.

Entrar no Brasil com os produtos comprados

É essencial saber quais produtos não podem entrar no Brasil. É proibida a entrada de pneus, remédios, bebidas alcoólicas fabricadas no território brasileiro destinadas somente ao comércio exterior, drogas ou substâncias ilícitas, qualquer tipo de arma, entre outras mercadorias. A tentativa da entrada de certos produtos (como armas e drogas por exemplo) são consideradas tráfico internacional e resultam em problemas muito sérios com a justiça.

Também é necessário ter ciência da cota permitida para entrar no Brasil. Se passar do limite de 300 dólares (cota terrestre), você terá que declarar os produtos e precisará pagar os impostos referentes a entrada de produtos no Brasil. Vale lembrar que bens pessoais como roupas, itens de higiene pessoal, alimentos, celular, entre outros, são isentos de fiscalização.

Outro ponto importante é que as fiscalizações acontecem por toda a estrada. A polícia pode te parar e existem outros pontos de fiscalização além da aduana (que é o local que são fiscalizados os produtos que você está trazendo para o Brasil).

No caso de alguma dúvida ou se quiser mais dicas, acompanhe nosso blog. Além disso, entre no nosso site para ver a oferta de produtos que temos e acompanhar nosso trabalho e dia a dia. Não perca tempo, venha com a gente!